Páginas

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Cristianismo Missional - parte 1


Por Phelipe

Quando alguém pergunta "o que é missões?", normalmente, se ouve que missões é mandar pessoas para outros países ou outras regiões de determinados países para pregarem o evangelho a não crentes. Na verdade esse é um conceito de antigo, de uns vinte ou trinta anos atrás, até porque a palavra MISSÃO significa enviar, mas não enviar pessoas. Missões significa levar ou ENVIAR o conhecimento de Deus a pessoas de qualquer lugar, inclusive em nossa própria vizinhança.

Com a perda do verdadeiro significado da palavra MISSÕES, muitos crentes tem se acomodado em suas igrejas para não compartilharem as Boas Novas da salvação em Jesus Cristo pelo fato de afirmarem que somente os missionários em outros países tem esse dever em suas mãos para fazer, quando na verdade isso deveria ser diferente, porque A IGREJA DEVE SER MISSIONAL.


Mas afinal, o que é ser um cristão missional?

Ser um cristão missional é FAZER COMO JESUS FEZ quando disse, "...assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós." (João 20:21b).


Jesus é o nosso grande exemplo missionário, e ele mesmo afirma que foi enviado pelo Pai, que ele tinha um próposito ao vir a terra. Ele veio cumprir o Missio Dei. Missio Dei vem de um frase em latim que significa a Missão de Deus. E Jesus veio cumprir a missão de seu Pai que é o reconciliar o homem consigo por meio de Seu Filho Unigênito (2 Co 5:18) vivendo uma vida perfeita diante de seu Pai, levando o pecado de seu povo sobre si (2 Co 5:21) na morte sobre a cruz embaixo da ira de Deus(1 Ts 1:10), ressuscitando dentre os mortos ao terceiro dia(1 Co 15:4), sendo assunto ao céus (At 1:9) e entercedendo pelos seus.


Há muitos dons e ministérios para cada crente individualmente do corpo de Cristo, mas o ministério da IGREJA como um todo é um: Fazer Missões!

Continua...


Fontes:


O livro de Winfield Bevins chamado "Grow
: Repoducing Through Organic Discipleship"
Paul Washer no semão "Give Your Life Away"

Nenhum comentário:

Postar um comentário