Páginas

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Cristianismo Missional - parte 3 (final)


Por Phelipe

O terceiro e último ponto do que significa ser um cristão missional é: SE DISPOR A SER ENVIADO.

Quando nos reportamos ao texto de Isaías 6 podemos ler sobre uma grande visão que o profeta Isaías teve no ano em que morreu o rei Uzias. Ele viu ao Senhor assentado em um alto e sublime trono, uma incrível visão da glória de Deus. Depois de está diante da presença santa do Senhor, ele pôde vê sua pecaminosidade quando declara, “Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos”(v.5).

Agora que estava quebrantado, humilhado e sujeito a Deus ao ouvir a grande pergunta do Senhor, “A quem enviarei, e quem há de ir por nós?” (v.8), se dispôs imediatamente a ser enviado à grande nação de Israel para proclamar as palavras do Senhor e chamá-los ao arrependimento quando respondeu, “Eis-me aqui, envia-me a mim” (v.8).

Quanto a nós, se realmente temos visto a glória de Deus revelada na pessoa do Senhor Jesus Cristo, que é a manifestação perfeita de Sua glória (Jo 1:14; Cl 1:15), como Isaías viu a do Senhor e se apresentou disposto a ser enviado para anunciar as palavras de Deus a sua própria nação, devemos nos apresentar diante de Deus com uma resposta semelhante a dele, para proclamarmos as palavras do Senhor a nossa nação que cada vez mais está entrando em uma escuridão profunda por causa do pecado, para que eles vejam a luz da Sua glória e encontrem a salvação que há em Cristo Jesus nosso Senhor.

Concluímos então que, o cristão missional é aquele que faz como Jesus fez, que quer glorificar a Deus e se dispõe a ser enviado.

Seja missional, glorifique a Deus com sua vida, é para isto que estamos aqui.


Que o Nome do Senhor seja grande entre as nações! (Ml 1:11)


Primeira parte

Segunda Parte

Nenhum comentário:

Postar um comentário