Páginas

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

5 NOTAS SOBRE NAMORO PARA RAPAZES - Brandon Andersen


Eu trabalho na operação da igreja, isso significa que passo muito tempo com jovens voluntários solteiros muitos dos quais são recém-convertidos. Quando percebi isso, rapidamente ficou claro que a maioria dos jovens cristãos não tem a menor ideia de como um namoro cristão de parecer na prática. Aqui estão alguns insights para ajudar os homens cristãos a namorar de uma maneira que honre a Deus.

1- A DEFINIÇÃO DE INTENCIONAL

Intencional” é uma daquelas palavras que soam bem, mas que não verdade ninguém sabe o que significa. Então gostaria de esclarecer isso. Aqui está minha definição trabalhada para intencional e de como ela se relaciona a como o homem cristão deve buscar uma mulher.

O homem intencional repetida e constantemente toma a iniciativa e toma todos os riscos de rejeição. Ele sempre deixa a garota saber onde ele quer chegar para que ela sinta segurança e não fique especulando coisas, (por outro lado, não a assuste falando de casamento no primeiro encontro).

Iniciativa de se aproximar dela:

Intencional: “Eu gostaria de sair contigo para um encontro.”

Não intencional: “Quer bater um papo algum dia? Todos meus colegas de quarto saíram nesse fim de semana.”

Pagando a conta:

Intencional: “Eu pago.”

Não intencional: “Você pode rachar a conta comigo? Eu to bem quebrado agora.” (Minha esposa acredita que isso comunica, “Você vale até R$20, não R$40”).

O que segue depois do encontro:

Intencional: “Eu tive uma ótima noite hoje e definitivamente gostaria de fazer isso de novo. Eu te ligo essa semana.”

Não intencional: “Eu te ligo algum dia.”

Integrando outras pessoas:

Intencional: “Eu realmente curti te conhecer. Você gostaria de jantar com meu líder e sua esposa? (Isso é uma forma de honrá-la trazendo a orientação de um casal piedoso).”

Não intencional: “Não tenho certeza se você ainda que conhecer meus amigos...” e.g “Eu realmente não quero que você conheça meus amigos ainda”, e como Chris Rock diz, “Se ele não quer você conheça os amigos dele, então você não é a garota dele” (Nesse caso, há uma falta de generosidade onde ele não está totalmente aberto com toda sua vida com a mulher e está isolando o relacionamento de outras de sua vida e de pessoas que realmente o conhecem. Esse é um que está egoistamente protegendo a si mesmo e se autobloqueando de qualquer ajuda ou consequência, e ele não pode ser confiado como protetor de quem quer que seja).

Quando as coisas vão bem:

Intencional: “Eu acho você uma linda mulher de Deus, e tenho tidos bons momentos contigo, eu gostaria de começar um relacionamento com você.”

Não intencional: “Ennttãooo, o que você pensa de nós dois? Ou “Não tenho certeza do que quero, e você?”

Quando as coisas parecem que pode continuar bem:

Intencional: “Eu não namoro só por namorar, e casamento é um longo caminho a percorrer, mas eu não poderia está mais feliz de como as coisas estão acontecendo. Eu acho você incrível.”

Não intencional: “As coisas tão indo bem eu acho, veremos.”

Reconhecendo o fim do relacionamento:

Intencional: “Me desculpe, mas não vejo esse progresso passar de amizade.”

Não intencional: (O tempo passa... frieza... para de ligar...)

Por fim, a resposta dos caras não intencionais são egoístas porque eles põe seus interesses antes do que os da mulher, e a maioria deles são covardes porque evitam conversar sobre como o relacionamento está, deixando a mulher abandonada em um relacionamento escorregadio.

No relacionamento, o homem deve sempre ter uma resposta para essas três perguntas:

1- QUE RELACIONAMENTO É ESSE?
2- QUAIS SÃO SUAS INTENÇÕES?
3- COMO VOCÊ ESTÁ DEMOSNTRANDO ESSAS INTENÇÕES AGORA?

A grande ideia é essa, homens: Não deixe ela especulando. Deixe-a saber exatamente onde você está no relacionamento em todo tempo. É um risco é claro, melhor você do que ela. Saiba disso.

2- PURIFIQUE SEUS ATOS HOJE, NÃO “QUANDO”

Você provavelmente já ouviu algum cara dizer isso: “Vou parar com isso quando encontrar a garota certa”. Isso não é verdade. A mentira é que quando você encontrar a garota certa, todos seus problemas vão acabar – você só precisa da motivação correta, certo? ERRADO! Se Jesus não é motivação suficiente para você crescer e persegui a santidade, então você não está pronto para ir atrás de uma mulher.

A verdade é que quando você está em um relacionamento, você pega a imaturidade delas e coloca em cima da sua imaturidade. Isso é idiotice ao dobro. É difícil começar um relacionamento saudável onde duas pessoas imaturas se afundam na imaturidade. Homens, se concertem primeiro, saibam para onde vocês estão indo, então convide uma garota para te acompanhar (Pv 16:1-9).

3- PLANEJE

Não passe tempo com sua namorada sem um plano. Decida com prudência qual é o momento de dizer boa noite e onde vocês devem ir. Se um menino besta vai a uma festa com a atitude de, “Vou ver o que acontece”, ele acabará bêbado e quem sabem mais o que. O mesmo acontece com o namoro: seu julgamento será prejudicado quando você estiverem juntos (o sexo oposto tem esse efeito). Também, você não está enganado ninguém. Toda garota sabe o que “Você quer ir a minha casa assistir a um filme?” significa. A batalha está ganha se você não se colocar nessa posição. E se você realmente se encontrar nessa má posição, fuja. Literalmente caia fora! Não é brincadeira. Tenha certeza de que ela chegará segura em casa é claro, mas seriamente, caia fora de lá.

Não seja orgulhoso. Passe tempo em oração, pensando sobre isso, sobriamente reconheça sua fraqueza e seu estado pecaminoso, não se coloque de novo nessa situação (Tg 1:15).

4- GUARDE O CORAÇÃO DELA

Quando fui a uma faculdade cristã nem posso te contar de quantas vezes esses “bons caras cristãos” começaram a namorar usando a fé como ferramenta de manipulação. Eles começariam um estudo bíblico diário com a garota que eles acabaram de conhecer, e se colocam como o confidente e autoridade última na vida da garota e deixando o coração dela completamente exposto a um menino imaturo. Um homem maduro sabe que a pessoa que pode causar mais danos ao coração de uma mulher é ele mesmo, e leva isso muito a sério. Essa é uma linha muito difícil de caminhar, e leva muita sabedoria e discernimento, mas aqui estão alguns indicadores que podem te mostrar:

  • Vocês somente começaram o namoro e já estão compartilhando coisas do “coração” um com o outro, coisas que vocês nunca compartilharam com amigos próximos e/ou com mentores que vocês conheceram a anos.

  • Vocês estão se isolando como casal e não estão ouvindo pessoas cuja opinião você costumavam considerar (Pv 15:22), dizendo coisas como, “Eles não entendem o que temos”.

  • Sua caminhada cristã individual se torna estagnada e vocês terminam perseguindo e se tornando mais íntimos um do outro do que se tornando íntimos de Deus.

5- TOQUE FÍSICO

A Bíblia esboça somente duas categorias para mulheres cristãs em relação a homens cristãos: ou ela é sua irmã em Cristo ou ela é sua esposa. Não há meio termo. A mentira é, “Nós somos quase casados, então podemos fazer 50% das coisas que casados fazem”. Isso não é de tudo verdade. Você precisa colocar o toque físico em duas categorias: atos de afetos e atos de desejo.

Atos de afetos são a maneira de demonstrar que você gosta, aprecia e estima a mulher que você namora. Pense nisso como afeições de um pai com uma filha. Ele a abraça, e a aconchega e a beija na testa, segura a mão dela, parando qualquer tipo de satisfação sexual que seja. Ele só quer deixar que ela saiba o quanto ele a ama.

Atos de desejos são atos reservados somente para casados. Esses avanços são designados para um propósito: para construir o desejo de ter relações sexuais, o que funciona bem. Pense nos avanços como um caminho livre em uma ladeira: seu propósito é sua transição para você correr em alta velocidade. Você não precisa ver carros sobre a ladeira, nunca pretenda chegar em caminho livre. Toque físico é feito para progredir, e é ingenuidade pensar que você sempre será capaz de segurar seu desejo. Falha e pecado é tudo, menos inevitável.

Resumindo, você sabe o que está fazendo. Se você parar pra pensar por um momento sobre isso, você saberá qual categoria de toque físico você está praticando. É diferente pra todo mundo. Não é útil para mim te dizer onde é o limite então sua consciência te permitirá correr até essa linha, e então se avalie (Tt 2:6). Se você está perguntado, “Quão longe podemos ir e ainda estar limpos?”, seu coração está no lugar errado só pra começar.

Eu encorajaria qualquer casal que está focado no físico a mudar seu foco para a amizade (Ct 2:7). Construir uma amizade preparará vocês para um forte casamento, mas do que uma conexão física. A conexão física virá depois, você não deve se preocupar com isso. Mas tenha liberdade de, no meio de sua comunidade cristã, buscar amizade e diversão.

ELE NOS CHAMOU PARA SANTIDADE

Esse é o caminho certo, há um caminho melhor, é o mesmo caminho: o caminho de Deus (1Ts 4:3-8). Deus não nos dá regras só para roubar toda nossa diversão, Ele nos chamou a santidade, e as regras são para nossa alegria e proteção. O processo do namoro é um exercício de colocar Cristo no trono em todas as coisas. Abrace isso, não só permaneça nela.



Fonte: The Resurgence 

Um comentário:

  1. Mano eu estava pensando sobre esse assunto, seria uma boa marcar um dia pra debater um pouco sobre isso, ou até depois de um dia de culto, seria bacana conversarmos sobre isso, na verdade eu preciso muito. rsrs... muito bom artigo Mano.

    ResponderExcluir